16 novembro 2006

outro poema das antigas

Esse é interessante...mas não acrescenta em nada
hehehehe


Certeza


Quem tu és?...Que bom que sabes...
Tu sabes? Ou pensas que sabes?
Tu pensas? Ou pensas que pensas?...
...Não sabes, não pensas, não és...
...Não és nada além de bicho-homem...

Mas se pensas que pensas,
É porque pensas. Sabes, és!
...Oh, dúvida cruel!

2 comentários:

mau formiga disse...

rsrsrsrs
doidinha!!
E o titulo do texto ainda é CERTEZA!?

kkkkKkkKkkk

beijao!

Magali disse...

claro que é certeza...
CERTEZA QUE NINGUÉM SABE É DE NADA!
kkkkkkkkkkk

Coleção Pingos de Quê - by Magaliana