05 outubro 2009

Voo 7452 - De repente Natal...(parte3)

Desculpe pessoal, mas acho que a terceira parte desse texto não quer se completar. Mas resumidamente, posso lhes garantir: esse homem da Gol, que ficaria de retornar, não retornou. o documento que seria enviado para a Argentina, também não pode ser enviado, até porque, seria inútil e fora de tempo. Quatro horas após nossa chegada no aeroporto, naquela que seria a viagem de reconciliação da última crise, soubemos que nossas passagens de volta para o Brasil haviam sido marcadas pela empresa sem nos consultar, e nossas malas haviam sido previamente despachadas. Seis horas após pisar no solo mais hostil da minha vida, embarquei em novo avião rumo a Natal.

Devo informar-lhes que até então não tivemos como fazer nenhum registro do roubo sofrido por Maurício. Devo dizer ainda, que tivemos que fazer esse procedimento somente no aeroporto de Guarulhos. Vale ainda salientar que esse procedimento ainda não foi possível, pois chegamos apenas uma hora antes do próximo voo, rumo a Natal, e com a má vontade e lerdeza da escrivã não tivemos tempo de concluir o B.O..

Ah, vocês não podem deixar de saber que a tentativa de fazer o boletim de ocorrência fez com que nós perdessemos a hora para o check-in e eu tive que literalmente gritar aos quatro ventos, dentro do aeroporto de Guarulhos, que não esperaria mais um só minuto naquele aeroporto para voltar para casa. Poia bem, deu certo e o avião, que já se encontrava na pista taxiando para seguir seu rumo, foi interrompido, e nossa bagagem bem como eu e meu namorado, fomos levados às pressas ao avião.

Saímos às 5h01 do dia 30 de setembro de 2009 de Natal, chegamos aproximadamente às três horas do dia seguinte. Sujos, cansados, doentes e brigados. De romântica, essa comédia não teve nada, que dirá de engraçada...


8 comentários:

Formigando disse...

FDP's! eles vão ver [3]
ah vão

samia.cardoso disse...

Moça, fui comentar o blog do Caju e vi o seu. Muito bom viu! Parabéns!

Aff, só não gostei disso que vc postou sobre a Argentina. Que chato! Já reclamaram em algum lugar?

[]'s

luiz caju disse...

=@

Emmanuel disse...

Foda...

Lucas disse...

Fodasticamente absurdo o tratamento recebido por vocês em solo argentino. Como havia falado, quero acompanhar direitin toda o decorrer do processo, pfv. Me instiguei pra ver o caso de perto. asuahuah :D - Ah! E tomara que surja aí uma outra oportunidade pra melhorar a situação dos dois, o constrangimento foi tamanho, como você disse no final, "de romântica, essa comédia não teve nada, que dirá de engraçada..."

Anônimo disse...

Acredite, antes eu não me entusiasmava muito em visitar a Argentina, imagine agora. Você tem toda razão quando se refere "o porquê" nós não devemos gostar dos argentinos. Acredito que eles tem inveja de nosso país (problemático e corrupto) mas, maravilhoso. E ainda falam da Europa...
Mari e Formiga, tomara que a justiça reconheça o ocorrido e lhe garanta o reparo devido.

Tassoares

Lídia disse...

Pergunta que não quer calar: Processaram a empresa???

Mariana Araújo disse...

Claro que sim! Na verdade, estamos elaborando a petição ainda, mas levaremos a briga até o fim, pode deixar.

Coleção Pingos de Quê - by Magaliana